CJ header

Crianças e Jovens 01

Intervenção Precoce

Intervenção precoce

  • Dados gerais do projeto
  • Inscrições
  • Contactos

O QUE É:

Equipa multidisciplinar que intervém no concelho de Cascais, junto de crianças dos 0 aos 6 anos, com atraso de desenvolvimento ou em risco de atraso no seu desenvolvimento. Realiza uma intervenção centrada na família, em articulação com os recursos da comunidade, com vista a promover condições facilitadoras do desenvolvimento da criança dentro das suas rotinas diárias.

OBJETIVOS:

  • Assegurar às crianças a proteção dos seus direitos e o desenvolvimento das suas capacidades, através da Intervenção Precoce na Infância;
  • Promover a deteção e sinalização de crianças com risco de alterações ou alterações nas funções e estruturas do corpo ou risco grave de atraso de desenvolvimento;
  • Intervir, após a deteção e sinalização das crianças, em função das necessidades do contexto familiar de cada criança elegível, de modo a prevenir ou reduzir os riscos de atraso no desenvolvimento;
  • Apoiar as famílias no acesso a serviços e recursos dos sistemas de segurança social, da saúde e da educação;
  • Envolver a comunidade através da criação de mecanismos articulados de suporte social.

COMO FUNCIONA?

A equipa de Intervenção Precoce rege a sua intervenção de acordo com o definido no Decreto - Lei 281/2009, que vem regulamentar o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI). Neste âmbito estão previstas as seguintes ações:

  • Identificação das crianças e famílias imediatamente elegíveis para o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI);
  • Assegurar a vigilância às crianças e famílias que, embora não imediatamente elegíveis, requerem avaliação periódica, devido à natureza dos seus factores de risco e probabilidades de evolução;
  • Encaminhar crianças e famílias não elegíveis, mas carenciadas de apoio social;
  • Elaborar e executar o PIIP (Plano Individual de Intervenção Precoce) em função do diagnóstico da situação;
  • Identificar necessidades e recursos das comunidades da sua área de intervenção, dinamizando redes formais e informais de apoio social;
  • Articular, sempre que se justifique, com as comissões de protecção de crianças e jovens e com os núcleos da ação de saúde de crianças e jovens em risco ou outras entidades com actividade na área da protecção infantil;
  • Assegurar, para cada criança, processos de transição adequados para outros programas, serviços ou contextos educativos;
  • Articular com os docentes das creches e jardins-de-infância em que se encontrem colocadas as crianças integradas em IPI.

EQUIPA:

Equipa multidisciplinar, que trabalha para prestar o melhor serviço, constituída por profissionais experientes e competentes nas áreas de:

  • Serviço Social;
  • Psicologia;

  • Terapia da Fala;
  • Terapia Ocupacional.

Coordenação:

Carolina Faria e Margarida Rebelo

INSCRIÇÕES:

A referenciação para a equipa é fundamentada e registada em formulário próprio do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) o qual poderá ser entregue em papel na sede da ELI Cascais (Centro de Saúde de Alcabideche) ou via e-mail (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.).

CONTACTOS

Intervenção Precoce

Responsáveis:

Carolina Faria e Margarida Rebelo

Telefone:

(+351) 214 658 590

Email:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.