Header Noticias

Equass

O "moderno" Pirilampo Mágico já chegou a Cascais

O novo Pirilampo Mágico já está à venda em Cascais a partir deste sábado, numa iniciativa levada a cabo a nível nacional pela Fenacerci. A apresentação da campanha realizou-e no Mercado da Vila e contou com várias dezenas de crianças ligadas ao projeto que, além de venderem os Pirilampos Mágicos, demonstraram a alegria de viver através de uma dança coreografada. 
 
A verdade é que o Pirilampo Mágico deste ano tem uma apresentação inovadora, sem pêlo, com dois tons e produzido por um material diferente. "Fizemos 31 anos e percebemos que era altura de fazer esta viragem. Muita gente já nos pedia para modernizar o Pirilampo e acho que conseguímos uma bela imagem" afirma Rosa Neto, responsável pela campanha Pirilampo Mágico 2018 no Concelho de Cascais.
 
Estão envolvidas na campanha mais de 80 associações sem fins lucrativos que têm como objetivo a angariação de fundos a favor das cooperativas de solidariedade social (CERCI's), fazendo com que o maior símbolo de solidariedade do País se mantenha como um alicerce para muitas pessoas com deficiência intelectual e/ou multideficiência.
 
"Nestes 31 anos já vendemos cerca 22 milhões de Pirilampos, o que permitiu que as CERCI's se modernizassem a nível de instalações e equipamentos pedagógicos, provando que o povo português é realmente muito generoso", acrescenta Rosa Neto.
 
O Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, revela a boa relação que o munícipio tem com a Cercica  e espera que em 2018 a solidariedade já tão presente em anos anteriores seja reforçada. "O Pirilampo Mágico é uma boa ideia que surgiu no sentido de permitir que os cidadãos contribuam para as CERCI's e, desta forma, ajudar a termos uma sociedade mais inclusiva, forte e capaz de ultrapassar os problemas que tem pela frente".  
 
A madrinha do Pirilampo Mágico 2018 em Cascais, Bibá Pitta, também presente no acontecimento deixa o apelo: "Esta campanha é importantíssima para a ajudar à integração e inclusão das pessoas com diferenças, neste caso o dinheiro reverte para as CERCI's a nível nacional. Ajude, dê 2 euros, ajude quem tanto precisa de si!".